Audiência Pública para projeto de lei que ameaça o sistema de ética em pesquisa.

 Prof. Mauricio A. P. Peixoto
Doutor em Medicina, FM – UFRJ
Professor Associado do Laboratório de Currículo e Ensino
Núcleo de Tecnologia para a Saúde (NUTES)
Universidade Federal do Rio de Janeiro

 

Tramitando no Senado há um projeto de lei (200/2015) de autoria dos Senadores Ana Amélia Lemos (PP/RS), Waldemir Moka Miranda de Britto (PMDB/MS) e Walter de Freitas Pinheiro (PT/BA), que, na prática, agride de forma contundente o sistema de proteção aos seres humanos que foi construído ao longo das últimas décadas.

Para saber mais sobre este projeto clique aqui.

Talvez muito por conta da atribulada situação politica e econômica que passa o pais, este projeto tem passado silenciosamente pelas diferentes etapas da burocracia.  Por isto é importante dar publicidade a ele para que possamos nos posicionar em defesa da ética em pesquisa e da proteção aos seres humanos.

Então repasso abaixo o convite feito pela CONEP:

A Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) participa de Audiência Pública sobre o Projeto de Lei nº 7.082/2017, antigo PL 200/2015. O referido Projeto trata da pesquisa clínica com seres humanos.

A Audiência Pública acontecerá na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados (CCTCI), no dia 14 de setembro. O Coordenador da Conep, Dr. Jorge Venancio, é um dos convidados ao debate.

A Conep convida todos a acompanhar a Audiência Pública, que será transmitida via internet pelo site da Câmara dos Deputados.

O link para acesso à Audiência Pública:

http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-permanentes/cctci

Atenção: Este link será disponibilizado apenas momentos antes do início da audiência

 

Para saber mais:

Sistema brasileiro de ética em pesquisa ameaçado por projeto de lei no Senado.

Anúncios

Quais os seus conteúdos opcionais?

– O seu caso é muito complicado.
– Por que Doutor? O que houve?
– Você tem uma doença que está em um capítulo que eu
considerei como opcional durante os meus estudos.

https://www.quora.com/How-do-med-school-students-study

Jogar mais para salvar o mundo! Sonho ou realidade?

Jogos online são perda de tempo e escapismo? Em muitos casos sim. Mas nem todos pensam assim. Jogos podem salvar o mundo. Descubra como…

http://video.ted.com/assets/player/swf/EmbedPlayer.swf

Você tem alguma dúvida ou pergunta?

Deixe sua questão no campo de comentários!

Pensar é transgredir

Quando menos se espera ele chega, o pensamento que nos faz parar. Pode ser no meio do trânsito, na frente da tevê ou do computador. Simplesmente escovando os dentes. Ou na hora da droga, do sexo sem afeto, do desafeto, da lamúria, da hesitação. Sem ter programado, a gente pára pra pensar. É como espiar para um corredor com mil possibilidades. Cada porta, uma escolha. Muitas vão se abrir para um nada, outras para um jardim de promessas. Hora de tirar os disfarces, aposentar as máscaras e reavaliar, reavaliar-se. Pensar pede audácia, pois refletir é transgredir a ordem do superficial que nos esmaga.
(Lya Luft)

Você tem algo a dizer ? Quer ampliar o debate ? Comentários são bem vindos.

Educar e Instruir

Educar e instruir são ações que devem envolver concomitantemente família e escola…
Educar é um processo que tenta extrair os valores, talvez até adormecidos que existem no ser humano e fazê-los desabrochar não apenas em função dele mesmo, mas também em prol da comunidade.
A instrução, com o prefixo “in” de movimento para dentro, implica o significado de acumular na consciência informações e conhecimentos.
Se a educação é movimento para fora e instruir é movimento para dentro, o ensino, para ser dinâmico deve realizar as duas funções simultaneamente, a fim de tornar o aluno sujeito de seu próprio conhecimento.
(Lurdes Theresinha Rissi)

“Abra as comportas do seu pleno potencial de desempenho, pois atrás delas há possibilidades infinitas de realização.”
(D.Trindad Hunt)

Você tem algo a dizer ? Quer ampliar o debate ? Comentários são bem vindos.

Riqueza ou pobreza?

Riqueza


Eu fui pobre, vivi em completa pobreza e também vivi na riqueza. Acreditem em mim quando digo que a riqueza é muito melhor que a pobreza. Sou um homem com interesses simples, sinto-me completamente satisfeito com o melhor, não peço mais que isso.
(Osho – Osho de A a Z)

Pobreza


Durante toda a história humana, a pobreza foi louvada e fizeram dela um sinônimo de espiritualidade, o que é absolutamente sem sentido. Você pode viver na pobreza absoluta, mas a pobreza não irá ajudá-lo a tornar-se iluminado. Na pobreza ou na riqueza, no casebre de um homem pobre ou em um palácio, o que importa é o seu estado de meditação sua percepção. Onde quer que isso aconteça, você irá se tornar iluminado. Você não precisa renunciar a nada.
(Osho – Osho de A a Z)

Você tem algo a dizer ? Quer ampliar o debate ? Comentários são bem vindos.