PAIS MAUS, BONS FILHOS!!!

Recebi por email. Acho que nos ajuda a refletir. Como pais e como mestres

image

Para ver a apresentação clique aqui.

Você tem alguma dúvida ou pergunta?

Deixe sua questão no campo de comentários !


Anúncios

Educar e Instruir

Educar e instruir são ações que devem envolver concomitantemente família e escola…
Educar é um processo que tenta extrair os valores, talvez até adormecidos que existem no ser humano e fazê-los desabrochar não apenas em função dele mesmo, mas também em prol da comunidade.
A instrução, com o prefixo “in” de movimento para dentro, implica o significado de acumular na consciência informações e conhecimentos.
Se a educação é movimento para fora e instruir é movimento para dentro, o ensino, para ser dinâmico deve realizar as duas funções simultaneamente, a fim de tornar o aluno sujeito de seu próprio conhecimento.
(Lurdes Theresinha Rissi)

“Abra as comportas do seu pleno potencial de desempenho, pois atrás delas há possibilidades infinitas de realização.”
(D.Trindad Hunt)

Você tem algo a dizer ? Quer ampliar o debate ? Comentários são bem vindos.

Educação

“Quando um homem morre é como
se uma biblioteca inteira se incendiasse”

Se você leu até aqui, continue. Por Educação.
Porque Educação é a única maneira de todos nós continuarmos. Educação é tuda na vida. Quando você diz bom-dia, é Educação. Quando você aprende a ler ou a voar, é Educação. Quando você planta uma árvore ou deixa de jogar poluentes nos rios e mares, é Educação. Quando você passa por um museu, um teatro, uma igreja ou um lugar histórico e entende o que isto significa, é Educação.
Educação é o maior patrimônio do ser humano.

Porque Educação não é só aprender a ler e escrever.
Educação é você aprendendo o seu próprio país e o mundo.
E neste processo, aprendendo sobre você mesmo.
Muito mais: Educação são todos aprendendo sobre todos, são 180 milhões perguntando que somos e para onde vamos.
E descobrindo a magia e poder das respostas.

Quem tem Educação tem muito mais que um país. Tem uma nação.
E quando cada ser humano nasce,
é como se uma biblioteca inteira começasse a ser construida.
Um processo que não termina nunca.
E que se chama futuro.


(
Fundação Roberto Marinho)

A Autoridade e o Poder

Aquele que tem autoridade, não é o que domina, pois o que domina é o poder. E quanto menos uma pessoa tem autoridade, mais ela tem necessidade de poder para se afirmar.

A autoridade é a autoridade do ser. A autoridade é a que autoriza, é a que autoriza o outro a se tornar ele mesmo.

Algumas vezes nos sentimos sem autoridade e, para afirmar a nossa identidade, temos muita necessidade de pequenos poderes. Mas aquele que realmente tem autoridade,…

Esta autoridade quer nossa liberdade… o reino de um verdadeiro senhor ou de alguém que tenha uma verdadeira autoridade, não faz objetos submissos, mas cria sujeitos livres.

( Leloup, J.Y – Livro das Bem-Aventuranças e do Pai-Nosso: Uma antropologia do desejo )

Você tem algo a dizer ? Quer ampliar o debate ? Comentários são bem vindos.

O que você quer ser?

“A imaginação é a maior
pipa que se pode empinar”
Lauren Bacall

Estava no quarto trocando a fralda de um dos bebês quando nossa filha  de cinco anos entrou e pulou na cama no meu colo.
– Mamãe, o que você quer ser quando crescer? perguntou.
– Huum, acho que gostaria de ser mãe quando crescer.
– Você não pode ser isso porque você já é mãe. O que você quer ser quando crescer?
– Talvez eu seja pastor de igreja quando crescer.
– Mamãe, não é isso! Mamãe, só responda o que você quer ser quando crescer. Você pode ser qualquer coisa que quiser!
Fiquei emocionada porque, aos olhos jovens de minha filha, ainda podia ser qualquer coisa que quisesse ser! Sob seu olhar jovem eu ainda tinha que crescer mais e tinha muito “ser” sobrando em minha vida.
Então, o que você quer ser quando crescer?

(Rev. Teri Johnson – Do livro: Histórias para
aquecer o coração, de Canfield & Hansen)

Você tem algo a dizer ? Quer ampliar o debate ? Comentários são bem vindos.

Atrás de todo grande homem existe uma grande mulher

Thomas Wheeler, alto executivo de uma multinacional, viajava com sua mulher por uma estrada interestadual quando notou que o carro estava com pouca gasolina. Ele parou num posto muito simples, com apenas uma bomba de combustível. Pediu ao único atendente que enchesse o tanque e verificasse o óleo enquanto ele dava uma volta para esticar as pernas.

Ao retornar para o carro, percebeu que o frentista e sua mulher estavam num papo animado. A conversa parou enquanto Wheeler pagava pela gasolina. Mas, quando voltava para o carro, ele viu o rapaz acenar e dizer:
– Foi ótimo falar com você.

Ao sair do posto, o marido perguntou à mulher se ela conhecia o atendente. Ela imediatamente admitiu que sim. Tinham freqüentado a mesma escola e ela o namorara por cerca de um ano.

– Puxa, você teve sorte de eu ter aparecido —Wheeler se vangloriou. — Se tivesse se casado com ele, seria agora a esposa de um frentista de posto de gasolina, em vez de esposa de um alto executivo.

– Meu querido — respondeu a mulher —, se eu tivesse me casado com ele, ele seria o alto executivo e você, o frentista do posto de gasolina.

(THE BEST OF BITS & PIECES Canfield, J. & Hansen, M.V.: Histórias para aquecer o coração, pg 50-1. Edição de Bolso, Rio de Janeiro, Sextante, 2003)

Pois é; a maneira como você vê as coisas
pode mudar o seu mundo…

Você tem algo a dizer ? Quer ampliar o debate ? Comentários são bem vindos.

Qual é o seu nome?

Qual é o meu nome?
Como sou chamado?

Escutando nosso nome escutamos a voz de todos aqueles que nos chamaram. É verdade que algumas vezes nosso nome foi pronunciado sem amor, sem desejo.

Como se reconciliar com o seu nome? Algumas vezes é preciso descobrir sua beleza.

O nome tem algo de sagrado. O nome é uma vibração, é um comprimento de onda e este comprimento de onda nem sempre se harmoniza com o comprimento de onda do grande nome do “EU SOU”. Se isto acontece, talvez seja preciso, também mudar de nome.

No momento da nossa iniciação ou do nosso batismo um nome nos é dado, e este nome não é simplesmente uma etiqueta social ou um nome de família. É o nosso nome que lembra nossa identidade profunda.

(Jean Yves Leloup: O livro do Pai-Nosso e das
Bem-Aventuranças – Um arquétipo do Desejo
)

Você tem algo a dizer ? Quer ampliar o debate ? Comentários são bem vindos.