Uma visão metacognitiva das estratégias diagnósticas de enfermagem


No estudo qualitativo desenvolvido por Marcos Antônio Gomes Brandão (NUTES-Núcleo de Tecnologia Educacional para a Saúde, UFRJ, 1999) as estratégias diagnósticas de enfermagem foram descritas de um ponto de vista metacognitivo. Vinte e dois estudantes novatos de um curso de graduação em enfermagem foram entrevistados, utilizando-se de um formato semi-estruturado. Foi explorado o conhecimento metacognitivo dos sujeitos sobre seus processos diagnósticos. Dez estratégias diagnosticas foram classificadas em três categorias: (1) as estratégias diagnosticas aplicadas antes do encontro com o cliente; (2) as estratégias diagnosticas aplicadas durante o encontro com o cliente; (3) as estratégias diagnosticas aplicadas após o encontro com o cliente. Essas estratégias mostraram uma grande diversidade de significados para os sujeitos. Conclui-se que: as entrevistas semi-estruturadas foram válidas para analisar o raciocínio diagnóstico e a perspectiva metacognitiva foi eficiente para identificar os significados das estratégias diagnósticas de enfermagem.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s