Gardner e a Inteligência Lingüística – A poesia


Resumo de Gardner, H.: Inteligência Espacial in Gardner, H.: Estruturas da Mente: A Teoria das Inteligências Múltiplas, Porto Alegre, Ed. Artes Médicas Sul, 1994

Poesia: A inteligência linguística exemplificada

Ao falarmos de Inteligência Lingüística, nos referimos à uma habilidade em lidar com todos os aspectos da linguagem e por meio dela da comunicação humana. Compreendê-la é compreender como falamos, escrevemos e nos comunicamos. Neste sentido Gardner nos traz como protótipo da Inteligência Lingüística em ação a POESIA. Isto porque o autor entende que o poeta é o ser humano que precisa usar a linguagem em todos as sua variadas nuances, estendendo a nos seus limites, às vezes ultrapassando-os.

Operações centrais da linguagem

Em sua atividade o poeta demonstra com clareza as operações centrais. A maior parte de nós, não sendo poeta, não é capaz de fazer uso destas operações centrais com a habilidade deste. No entanto, em maior ou menor grau, todos as usamos.

Uma delas é a grande sensibilidade ao significado das palavras. Por exemplo, escolher a palavra exata é fundamental para um poema: algo de ruim acontece com o personagem; isto é mau, ruim, desastroso, mórbido, catastrófico, letal, mortal, péssimo ou danoso? Qual a diferença entre derramar tinta “intencionalmente”, “deliberadamente” ou “de propósito” ?

Outra é a atenção à ordem entre as palavras, isto é, a capacidade de seguir as regras gramaticais e em momentos escolhidos saber como e porque quebrá-las.

Na esfera sensorial, ser sensível aos sons, ritmos e metros das palavras, o que pode tornar belo um poema mesmo quando apresentado em uma língua estrangeira. E isto explica porque é muito melhor ouvir um poema do que lê-lo.

Finalmente a habilidade em manipular as diferentes funções da linguagem: entusiasmar, convencer, seduzir, estimular, transmitir informações, ensinar ou simplesmente agradar.

O desenvolvimento de habilidades linguísticas

A criança, logo aos primeiros meses de vida, mesmo quando surdas, começam a balbuciar. Por volta do segundo ano, inicia a pronunciar palavras isoladas, e após algum tempo concatena-as em frases significativas “nenê chorou”, “comer papá”, etc. Por volta do terceiro ano a complexidade aumenta, inclusive fazendo perguntas. E finalmente aos cinco anos a complexidade e a sintaxe se aproximam daquela exibida pelo adulto.

Há ainda vasta variabilidade individual, tanto na faixa cronológica como ainda no tipo e ordem de atividade linguística que apresentam. Por exemplo eis o que Jean Paul Sartre escreve aos nove anos de idade:

Ao escrever eu estava existindo… minha caneta corria tão rápido que era comum que meu punho doesse. Eu jogava os cadernos preenchidos no chão e, enfim, esquecia deles, eles desapareciam… Eu escrevia para escrever. Não me arrependo disso; se eu tivesse lido, teria tentado agradar [como o fiz em meus desempenhos orais anteriores]. Eu teria me tomado um prodígio de novo. Sendo clandestino eu era verdadeiro.

                                                         Anterior    ⇔    Proximo                                                                                                                                     

 Você tem alguma dúvida ou pergunta?
Deixe sua questão no campo de comentários !

Anúncios

4 thoughts on “Gardner e a Inteligência Lingüística – A poesia

  1. Pingback: Quais os dois elementos essenciais da inteligência intrapessoal? (ou da interpessoal?) « Blog da Officina da Mente

  2. Pingback: Inteligência Visual e Matemática (com uma lista de programas matemáticos) « Blog da Officina da Mente

  3. Olá prof. Maurício, gostei muito do seu Blog, inteligente, bom de ler, bom de ver além oferecer uma didática útil para aqueles que militam na área da educação. Excelente. Parabéns.
    Prof. Vannda Santana de Abreu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s