Como entender uma frase usando a Metacognição (Passo 1)


No post “Construtivismo: Metacognição e Aprendizagem”  discutimos com um enfoque mais teórico, vários aspectos aspectos da metacognição na perspectiva de como ela pode ajudar a aprendizagem. Também temos publicado seguidos posts sobre o tema metacognição.

Hoje vou mostrar, de uma maneira bem prática e passo a passo, como entender uma frase usando a metacognição. Quantas vêzes já nos deparamos com a situação de que ao estudar algo nos deparamos com um texto que é como se fosse grego para nós? Ficamos até sem saber por onde começar.

E o problema é exatamente este. Por falta de conhecimento metacognitivo ficamos até sem saber por onde começar! Usar a metacognição é então perguntar-se sobre:

  1. O que você sabe sobre o assunto,
  2. o que não sabe e precisa saber e, 
  3. o que fazer para saber o que você decidiu que precisa!

Primeiro passo: A língua e o vocabulário.

Leia a frase abaixo:

“I moderne tid, fra det XIII århundrede i Europa, en tilbagevenden til græsk-romerske påvirkninger.”

Conseguiu? É claro que não. A menos que você seja versado em dinamarquês, você não entendeu nada. No máximo “XIII” que você pode supor que seja o número 13 em algarismos romanos e a palavra “Europa”, que você torce para que signifique o mesmo que em português.

Agora leia a nova frase:

“Na Idade Moderna, a partir do séc XIII, na Europa, há uma volta às influências greco-romanas.”

Ficou muito mais fácil. Ok?  É óbvio que se você pega um texto em idioma estrangeiro não é possível entendê-lo a menos que o conheça. Isto é fácil, e no momento apresento a frase naquele idioma apenas para ressaltar a importância de saber a língua do texto.

Chamo a sua atenção entretanto para o fato de que, às vezes, a dificuldade com História, Direito, Medicina ou Engenharia não está no conteúdo em si, mas no Português. É preciso aprender a ler. Isto é, conhecer as construções do texto escrito, sua organização e estrutura.

Mas tem mais do que isto; tem também as palavras-armadilha.  Tome por exemplo a palavra “introvertido”. No senso comum pode significar “tímido”, mas já foi usado no passado como “afeminado”. Isto já pode criar alguma confusão no leitor. Porém, ainda mais,  em psicologia jungiana refere-se a pessoas que possuem um  “locus de controle” interno, isto é, tendem a entender os eventos como causados por si, assumindo responsabilidades que nem sempre são suas.

Por isto em um texto técnico as palavras-armadilha são aquelas que, existentes na linguagem comum com um dado significado, são usadas pelo autor em um senso restrito e específico. E aí se você entende o “introvertido” como tímido quando o autor estava se referindo ao locus de controle?

Chamo a atenção que uma boa parte do aprendizado é aprender o significado de palavras novas. O que é um táquion? E ooforectomia? E exoesqueleto? E resistor? E separação de corpos? E regressão linear? etc, etc, etc….

Assim a conclusão do Passo 1 é: Se não entendeu  perguntar-se metacognitivamente:

  1. Compreendi a linguagem do texto?
  2. Há alguma palavra-armadilha?

Com estas duas perguntas você já sabe por onde começar. Assim você vai passo a passo revelando primeiro o que, dentro da frase, você não entendeu. E depois, pode ir resolvendo as dificuldades uma a uma. Se não entendeu o português atente para a linguagem, se é a palavra-armadilha vá aos compêndios para descobrir o seu significado específico.

Bem, por hoje é só, mas a semana que vem tem mais!

Você tem algo a dizer ? Quer ampliar o debate ? Comentários são bem vindos.

Você tem alguma dúvida ou pergunta? Deixe sua questão no campo de comentários !

Leia também:

Como entender uma frase usando a Metacognição (Passo 2)

Como entender uma frase usando a Metacognição (Passo 3)

Como ler melhor c/ metacognição-concentração e memorização: Dicas para antes da leitura

Como ler melhor c/ metacognição-concentração e memorização: Dicas para aplicar durante a leitura

Estratégias para desenvolver a metacognição e a compreensão de textos teóricos na Universidade


Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s