O que é aprender: Conceitos e definições


Desde os mais remotos tempos da história da civilização a aprendizagem como processo vem admitindo diversas conceituações. Já na Idade Média entendia-se “aprender” como: fixar na memória ou conhecer. Muitas outras idéias sobre aprendizagem têm sido expressas em definições que, na maioria das vezes mencionam apenas o comportamento observável do qual se infere, se houve ou não alguma aprendizagem, mas dificilmente se preocupam com qualquer processo interno de mudança. Veja-se, por exemplo:

  • A aprendizagem consiste na reorganização de um campo, determinada por uma necessidade obstruída (Adams, 1931);

  • A aprendizagem, como mudança de uma realização numa certa direção, consiste em criar sistemas de traços de um tipo particular, consolidá-los e torná-los mais e mais disponíveis, tanto em situações repetidas como em novas situações (Koffka, 1935);
    Aprendizagem é a aquisição de uma nova resposta ou a execução aumentada de antigas respostas (Underwood, 1949);

  • Ocorre aprendizagem quando as informações provenientes do mundo externo e transmitidas pelo sistema nervoso causam uma mudança mais ou menos permanente do comportamento futuro (Kimble, 1961);

  • Aprendizagem é um processo ou operação, inferida de mudanças relativamente permanentes no comportamento, resultantes de uma prática (Klausmeier, 1977).

Entretanto, é necessário lembrar que nem sempre aquilo que o sujeito faz (desempenho ou comportamento), reflete na íntegra, aquilo que ele aprendeu (o conhecimento) e menos ainda corresponde a uma medida exata do que ele poderia fazer em condições ideais (sua capacidade).

Do ponto de vista pedagógico, entretanto, estas questões continuam a ser confundidas e a aprendizagem acaba sendo entendida de forma ainda mais restrita. Segundo Leif (1976), do ponto de vista pedagógico, aprendizagem pode ser:
“aquisição de conhecimentos pela experiência ou atividade intelectual, geralmente com o fim de se poder realizá-los ou pô-los em prática; aquisição da capacidade de fazer, praticar ou empreender um ato, ação ou qualquer coisa; aquisição da capacidade técnica de exercer uma profissão; ensino dado a alguém, especialmente a um aluno, com a finalidade de fazê-lo atingir um objetivo”.

Não se pode esquecer, entretanto, que o conceito de aprendizagem é um conceito psicológico e, como tal, deve ser analisado à luz das teorias psicológicas, as quais, nos últimos anos, têm ampliado os conhecimentos nesta área, de modo a sistematizar diversas teorias, agrupadas especialmente em torno do associacionismo e do cognitivismo. E destas teorias de aprendizagem estruturadas pela psicologia, surgem as teorias do ensino ou da instrução, agora mais preocupadas com o embasamento científico e a coerência com as experiências feitas pela psicologia.(Silva, 1998). Com isso a Didática faz “uma tentativa de esclarecimento conceitual que, ao aprofundar a busca do significado de ‘aprender’, beneficiará o entendimento do processo de ‘ensinar’ “ (Castro, 1974,:84).

 

Você tem algo a dizer ? Quer ampliar o debate ?
Comentários são bem vindos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s