Freios dos Nossos Freios: Sonhos Que Não Realizamos.


Um sufoco na garganta. Um aperto no peito. Uma estaca nas pernas. Freios que freiam os freios que construímos ao longo da vida. Externamente somos atingidos pela crença das impossibilidades. Pela crença dos “não podes”. Dos “não deves”. Do “você não vai conseguir”. Muitas vezes nos deparamos até mesmo com a crença do outro na sua própria impossibilidade de alguma forma de apoio, na realização de nosso sonho. E assim seguimos amarrados, paralisados e impotentes.
Um arder no peito. Uma certeza no coração. Um brilho no olhar. A sensação clara das possibilidades, da força que nos impulsiona, da vibração que garante a realização. Posso. Sei que posso. No instante seguinte, a ameaça da perda deste momento. É tudo muito rápido. É tudo muito fugaz. Tentamos recuperar cada segundo deste “eu posso”. Mas, por fim, ele se esvai.
Perdemos mais uma vez. Perdemos a certeza da possibilidade. Perdemos a chama, a luz, a cor e o sabor daquele momento de um grande abraço na vida e da vida.
Freios dos Nossos Freios: Sonhos que Não Realizamos. É assim. Perdemos mais uma vez porque estamos, internamente, construídos para o “brake”. Estamos, internamente, construídos para não ousar, não expressar, não vibrar. Aí nos queixamos dos “não podes” que o outro nos impõe. Aí nos queixamos dos freios do outro sobre os nossos próprios freios.
Um sufoco na garganta. Um arder no peito.
Um aperto no peito. Uma certeza no coração.
Uma estaca nas pernas. Um brilho no olhar.
Aceitar os freios? Vibrar na expansão?
Ou isto? Ou aquilo?
Isto e Aquilo?
Isto e Aquilo. É assim!
Para expandir, devemos, primeiro, aceitar a não expansão. Aceitar os medos da não expansão. Aceitar os freios (os de fora e os de dentro). Perceber, sentir, permitir. Acolher tudo que vem, tudo o que vibra, tudo o que freia, tudo o que amplia.
E assim vamos, aos poucos e com consciência dos nossos limites, tirando um freio aqui outro freio ali. Enfim, dando vida às nossas pernas, ao nosso coração, ao nosso peito.
Freios dos Nossos Freios.

Com esta consciência, seguimos com a certeza
da realização do nosso grande e verdadeiro sonho:

Vibrar na expansão…Apesar dos freios!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s