Do Ensino à Aprendizagem: A Idade Moderna (1/2)


As grandes transformações que ocorreram na passagem da Idade Média para a Idade Moderna – grandes navegações, desenvolvimento da burguesia e do capitalismo etc. – fortaleceram o movimento no sentido que a autoridade da Igreja ficasse restrita aos assuntos religiosos, deixando de controlar os outros assuntos, dentre eles a educação. Esse movimento cresceu durante toda a Idade Moderna, conseguindo impor-se a partir da Revolução Francesa (1789), com a separação entre a Igreja e o Estado. O homem buscou o domínio da natureza por técnicas, artes e estudos (matemática, astronomia, medicina e biologia) considerando suspeito tudo o que foi ensinado em épocas anteriores. A educação moderna caracterizava-se pelo realismo.
A pedagogia realista foi contra o formalismo humanista, o domínio do mundo exterior sobre o interior, supremacia das coisas sobre as palavras. De humanista, a educação torna-se científica. Foi influenciada por pensadores que contribuíram para o desenvolvimento da ciência moderna; independente da autoridade eclesiástica e construída a partir da observação e do estudo experimental da natureza.
Bacon opôs o método indutivo ao dedutivo de Aristóteles. Neste caminhamos do geral para o particular. Aristóteles afirmava que todos os conhecimentos deveriam ser derivados dedutivamente a partir de verdades universais e absolutas, preestabelecidas pelas autoridades. Já o empirismo baconiano defendia o caminho inverso, dirigir-se do particular par o geral. Para Bacon a produção de conhecimento deveria ocorrer através de um processo de observação da realidade, seguido de generalização indutiva. Distinção entre fé e razão, tornou-se a mola mestra da ciência moderna.
Embora sob outros pressupostos, Descartes contribui no seu Discurso do método, com as regras que estabelecem os passos para o estudo e pesquisa. Fiel a seus pricípios considera a matemática modelo de ciência perfeita.
Locke em seu “Ensaio sobre o Entendimento Humano” trouxe a idéia da experiência sensorial, onde nada existe em nossa mente sem originar-se dos sentidos. Segundo ele a criança ao nascer era uma tabula rasa, um papel em branco onde o mestre podia tudo escrever.
Embora mais orientados ao desenvolvimento da ciência, as contribuições destes pensadores tiveram repercussões na educação. Foram uma abordagem a mais sobre a aprendizagem , cujo método daí oriundo, induz a que o próprio aluno descubra o conhecimento e sistematize a sua forma de estudar e aprender cientificamente, segundo métodos bem planejados.
Comenius foi sem dúvida o mais importante pensador educacional do século XVII. Escreveu entre mais de cem livros e tratados, sendo sua mais conhecida obra a Didática Magna que aborda numerosos assuntos, tendo atenção especial a finalidade da educação, o conteúdo da educação, o método e a organização das escolas. Foi um dos maiores reformadores sociais de sua época; o primeiro a propor um sistema articulado de ensino. Refere-se ao conceito de educação continuada quando afirma que a educação deveria ser permanente, durante toda a vida, pois a educação do homem nunca termina porque nós sempre estamos sendo homens e, portanto, estamos sempre nos formando.
A Idade Moderna (1453-1789) foi o período em que predominou o regime absolutista que concentrava o poder no clero e na nobreza. Assim é que, o cardeal Richelieu, primeiro-ministro de Luís XIII, considerava que, embora necessário numa República, o conhecimento das letras não deveria ser acessível a todos: Entendia claramente o poder que o conhecimento proporciona aos homens.
“Assim como um corpo que tivesse olhos em todas as suas partes seria monstruoso, da mesma forma um Estado o seria, se todos os seus súditos fossem sábios; ver-se-
ia aí tão pouca obediência, quanto o orgulho e a presunção seriam comuns. Richelieu”(
Nunes).

 

Você tem algo a dizer ? Quer ampliar o debate ?
Comentários são bem vindos.

About these ads

9 thoughts on “Do Ensino à Aprendizagem: A Idade Moderna (1/2)

  1. Boa tarde!

    Quando você se refere à educação na modernidade caracterizada pelo realismo, você poderia me explicar, pois, por exemplo Descartes e outros eram idealistas. Realismo em que sentido vc quiz dizer?

    Grata

    Renata

    ______________________________________________________________________

    Resposta:

    Olá Renata;
    Note que neste blog, e mais específicamente nesta série o princípio organizador é o cronológico. Procuro apresentar o percurso das idéias de aprendizagem ao longo do tempo. Lendo todos os posts você verá como o conceito de autonomia do aprendiz levou muito tempo para surgir.
    Neste sentido então, leia a Idade Moderna em contraste com a Medieval. Em relação à esta ali eu escrevi:
    “Esta educação religiosa era baseada nos dogmas cristãos, substituindo as culturas anteriores, baseadas na existência terrena, aristocratismo e heroísmo, pelo poder de Cristo – “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Todo o poder me foi dado”-. O novo ideal educacional concentra-se no aspecto moral do ser humano. A educação torna-se ainda mais autoritária.”
    Ou seja, uma educação desconectada do real, fundada na mensagem divina tal como interpretada por um dado conjunto de teólogos. O critério de verdade é a fé. Quando entramos na Idade Moderna, o dogma cristão começa enfraquecer:
    “As grandes transformações que ocorreram na passagem da Idade Média para a Idade Moderna – grandes navegações, desenvolvimento da burguesia e do capitalismo etc. – fortaleceram o movimento no sentido que a autoridade da Igreja ficasse restrita aos assuntos religiosos, deixando de controlar os outros assuntos, dentre eles a educação.”
    Neste sentido então é que falo de realismo:
    “O homem buscou o domínio da natureza por técnicas, artes e estudos (matemática, astronomia, medicina e biologia) considerando suspeito tudo o que foi ensinado em épocas anteriores. A educação moderna caracterizava-se pelo realismo.
    A pedagogia realista foi contra o formalismo humanista, o domínio do mundo exterior sobre o interior, supremacia das coisas sobre as palavras. De humanista, a educação torna-se científica.”

    Note que o “cogito ergo sum” cartesiano dirigia-se à a dúvida metódica que colocava em questão exatamente os dogmas da era anterior. Advogava o racionalismo, em certa oposição ao empirismo baconiano, mas sempre dirigido ao real, pelo menos aquele passível de percepção pelos sentidos humanos e de análise pela razão. Era já uma ampliação, em certo sentido, do humanismo antropocêntrico renacentista.
    Espero ter esclarecido a questão.

    Um grande abraço,
    Prof. Mauricio Peixoto

  2. Quais as implicações pedagógicas decorrentes das mudanças históricas, políticas e culturais na modernidade?

    ______________________________________________________________________

    Resposta:

    Olá Luciano;
    Eu tenho a impressão que você está fazendo uma confusão entre “Idade Moderna” e “modernidade”. Este post fala da “Idade Moderna” com ênfase na aprendizagem. Na Wikipedia você lê:

    “A Idade Moderna é um período específico da História do Ocidente. Destaca-se das demais por ter sido um período de transição por excelência. Tradicionalmente aceita-se o início estabelecido pelos historiadores franceses, 1453 quando ocorreu a tomada de Constantinopla pelos turcos otomanos, e o término com a Revolução Francesa, em 1789.

    Se a sua pergunta vem a partir de algum trabalho de faculdade, suspeito que “modernidade” se refira mais aos eventos contemporâneos. Coisas que aconteceram no séc. XX e um pouco no séc. XIX. Se for este o caso, procure os posts que publiquei nos meses de março e abril deste ano. Podem ser de algum auxílio. Mas lembre-se que a ênfase aqui é sempre a aprendizagem, e imagino que (se for trabalho de faculdade) o seu professor deve estar desejando um texto de maior abrangência.
    Um abraço,
    Prof. Mauricio Peixoto

  3. Se entendi corretamente a sua pergunta, acho ela está respondida (pelo menos em parte) nos seis primeiros parágrafos deste post. Ok?
    Abs,
    Prof. Mauricio Peixoto

  4. o que são implicações éticas?

    estou no 1º ano do ensino médio.
    é realmente obrigatorio se aprofundar nesse assunto?
    abraços

    Belém do Pará

  5. Olá Ana;
    Gostei de sua participação. Continue acessando o blog. Suas perguntas:
    1- Este post é dirigido à pessoas mais ligadas em educação, professores por exemplo. Como você está no 1o. ano não acho necessário você se aprofunda neste tema. NO ENTANTO, como você está na escola, precisa estudar e fazer provas, precisa ainda ampliar seus horizontes para se desenvolver como uma pessoa maior e melhor. POR ISTO, acho importante que você APRENDA A APRENDER. Aprenda formas de estudar com mais eficiência e prazer. Neste blog você encontra algumas dicas. Mas nas livrarias e na internet há também muita informação.
    2- Implicação ética é a conseqüência gerada por um fato ou conhecimento em termos de valores morais e de comportamento. P. exemplo: Saber que não se deve discriminar pessoas tem como implicação ética o comportamento em sala de aula de não perseguir ou ofender pessoas apenas porque elas são diferentes. No entanto neste post eu não trato (pelo menos diretamente com isto)
    Abs,
    Prof. Mauricio

  6. Olá,
    Estou a fazer um trabalho sobre a evolução da educação desde a idade média até a modernidade. Estou confusa … agradecia que me desse algumas luzes.
    Cumprimentos Honorina

  7. Olá!
    Você pode começar lendo os posts que escrevi neste blog. Procure por “Do Ensino à Aprendizagem”. Pode também consultar livros, por exemplo “História das idéias pedagógicas no Brasil” (Saviani) ou “História das idéias pedagógicas” (Gadotti), que são dois clássicos mas simples de ler. Caso necessite de auxílio para a organização, redação e apresentação da sua monografia me procure (21) 2278-2835.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s